sexta-feira, 26 de novembro de 2010

HOMENAGEM RECEBIDA

CARO AMIGO VENDRAMINI
24 de novembro de 2010

Antonio Vendramini Neto


0o0o0o0o0

Hoje é meu dia de te homenagear,
Pelo fato de te amar,
Como amigo chamei-te de amigo do peito,
Sem que seja de efeito,
Esqueci até as palavras que tanto gosto,
Mas que vale, como citou Drumond,
Eu não tenho um vocabulário de trezentas palavras,
Eu tenho um pouco mais,
Talvez trezentas e uma,
Mas vale a pena.
Amigo do peito, você já prestou-me uma homenagem,
Essa que a estou prestando,
E em tom de saudade,
Pois estive viajando dentro de mim mesmo,
Para melhorar a vida do lado de fora,
Meu amigo-do-peito, não esqueça de mim.
Hoje ao amanhecer, lembrei-me de você, ao ver uma fotografia.
Numa delas, simples, por sinal, eu estava dentro de um carro,
Naquele estacionamento em baixo do cemitério em Buenos Aires,
O meu espanto foi tanto,
Quando olhei para cima e li uma placa de bronze,
Que dizia: "Aqui está sepultado o querido Peron" 
Eles homenageiam por cima e por baixo.
Um abraço e um beijo.

MÁRIO LÚCIO, POETA, CRONISTA E ESCRITOR.

 

VIDAS PASSADAS E PRESENTES

O MANUSCRITO DO PRIMO NORBERTO Ele nos deixou, vitima que foi de um desastre automobilístico, causando grande consternação em toda...

POSTAGENS MAIS VISITADAS