Conheça lugares mundo afora lendo o meu blog

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

LICOR DE CASSIS

 


Essa foi mais uma viagem pela França, com a esposa Dija, a mana Maria Clara e o cunhado Antônio Luiz. O destino inicial foi Paris, onde percorremos por alguns dias, locais já conhecidos e em outros conforme nossa programação.

Depois partimos para Marselha com um trem de alta velocidade. De lá, voltamos ao Brasil em um transatlântico com um percurso de 21 dias até o porto de Santos.

Fizemos por lá uma pequena temporada e, nesse período, visitamos, algumas cidades culminando com a bela Cassis.

Saímos de Marselha por via férrea tradicional. Tivemos que caminhar da estação até o pequeno centro, pois não havia ônibus, estavam enfrentando problemas na área de transportes urbano.

Muitas pessoas não sabem, mas os belos locais, nada tem a ver com o famoso licor, trata-se de uma cidade litorânea, a oeste de Marselha, é um destino de praias, encravada entre falésias.

Situa-se no sul da França, com apenas 7 mil moradores, que mantém o   charme de outrora. Como é de se esperar para um reduto de pescadores, o porto é atração maior, sempre colorido, cheio de vida e muitos de barcos de pesca e passeios.

O clima é mediterrâneo, com verões muito quentes, e solo muito pobre. O nome vem da época do império romano, quando era conhecida como Carsicis Portus.

Supõe-se que tenha origem em línguas de povos que existiam ali antes dos gregos e romanos, e significaria “rochedo à beira-mar”, mas isso não vem ao caso. O que importa é que não há nenhuma relação do famoso licor com a cidade. 

O licor não vem de Cassis. A cidade é uma região especializada na fabricação de vinhos brancos.

Em nossa passagem pelos arredores da cidade, encontramos adegas ou bodegas onde pudemos conversar com alguns os produtores. Não entendi quase nada, mas no final, ficamos alegres com algumas taças de vinho que nos foram oferecidas.

Mas o que nos moveu até a cidade, foi a crença que estaríamos vendo em algum lugar a fabricação do licor, que sempre acreditei ser originário de lá. Somente na volta ao Brasil é que fui pesquisar, porque não obtivemos melhores explicações do produto.

Graças a pesquisa, encontrei a verdade. O povo local explora muito bem essa nossa ignorância, na medida que não fazem nenhum esforço em desmistificar esta crença.

O licor tem esse nome devido ao fruto com que é feito – é a groselha-preta, ou Cassis, em francês. A principal região produtora na França é a Borgonha, mais especificamente nos arredores da cidade de Dijon.

É de lá que vem os bons licores de explorados pela cidade. Trata-se de um produto com mais de 170 anos de tradição. 

 

 http://www.sergrasan.com/toninhovendraminislides/


LICOR DE CASSIS

  Essa foi mais uma viagem pela França, com a esposa Dija, a mana Maria Clara e o cunhado Antônio Luiz. O destino inicial foi Paris, onde pe...